O EVANGELHO ESSENIO DA PAZ BAIXAR

davidarseneaultproductions.info  /   O EVANGELHO ESSENIO DA PAZ BAIXAR
postado por Rosette

O EVANGELHO ESSENIO DA PAZ BAIXAR

| Escritório

    O EVANGELHO ESSÊNIO DA PAZ. Edmond Bordeaux Szekely. “Não busqueis a lei em vossas escrituras, porque a Lei é a vida, enquanto o escrito está morto. O Evangelho Essênio da Paz 1 2 OTA EDITORIAL: HAILE I SELASSIE I JAH RASTAFARI! Bendito o Amor de Deus Conosco e Seus ensinamentos que. link para download do livro O EVANGELHO ESSÊNIO DA PAZ em PDF: http:// davidarseneaultproductions.info .

    Nome: o evangelho essenio da paz
    Formato:ZIP-Arquivar
    Sistemas operacionais: iOS. Windows XP/7/10. MacOS. Android.
    Licença:Apenas para uso pessoal (compre mais tarde!)
    Tamanho do arquivo:27.19 MB


    ESSENIO PAZ BAIXAR EVANGELHO O DA

    Em verdade vos digo que sois unos com a Me Terrestre; ela est em vs e vs, nela. Acreditas que a morte é um fim? Falo contigo através das Montanhas Sagradas. Ele é o Eterno! Adoremos ao Senhor nela. Falo contigo através do esplendor do sol. Ó vós, estrelas do céu, bendizei a Lei. Faz das nuvens a Sua carruagem; caminha sobre as asas do vento. E mesmo depois que o Sol j tinha se posto, no se foram para suas casas. E disseram: "Mestre, es, de fato, mensageiro de Deus, e conheces todos os segredos. Jesus nasceu mesmo em Belém? By Bruno Figueiredo. Ninguém te condenou? Por isso eu nunca me esconderei de ti. Ou serve à morte ou serve à vida. Quem vos explica as escrituras vos fala em uma língua morta de homens mortos, por meio de seu corpo enfermo e mortal. Ó tu, Ordem Celestial! Ou serve a Belzebu e a seus dem6nios ou serve a nossa Mae Terrena e a seus anjos.

    O Evangelho Essênio da Paz 1 2 OTA EDITORIAL: HAILE I SELASSIE I JAH RASTAFARI! Bendito o Amor de Deus Conosco e Seus ensinamentos que. link para download do livro O EVANGELHO ESSÊNIO DA PAZ em PDF: http:// davidarseneaultproductions.info . Credo da Sociedade Biogenica lntemacional - Introdul;3.o- Prefacio EdilJao das BEvangelho Essenio da Paz,.\ Hist6ria do Evangelho. Download as PDF, TXT or read online from Scribd LIVRO I o EVANGELHO ESSENIO DA PAZ Tcxto aramaico do terceiro seculo e antigos textos eslovenos . essênio da paz. visualizações. Compartilhar; Gostei; Baixar e Esoterismo O Evangelho Essênio da Paz Este livro contém só um.

    If you have any questions about copyright issues, please report us to resolve them. We are always happy to assist you. I1,un ha vintc milh6es de anos, a fim de preparar 0 nosso planela para a1IIIIn;lnidade. Arrl'uitamos que so comeremos alirnentos frescos, nalurais, puros e integrais,l'lll substancias gufmicas e processamentns artificiais,Anedilamos que viveremos uma vida simples, natural e criativa, absorvendo 9. G11 s lequilibria Aug 9, Similar documents. LW Leonardo da Vinci Initiation[1].

    Read Boomtown Da Carol S. Vance PDF Online. Promovendo a cultura da paz no ambiente. O Evangelho da Meninada Eliseu Rigonatti. E seu nome é a Palavra de Deus. E a Santa Irmandade o seguia montando cavalos brancos, vestida de linho fino, branco e limpo. E vi a cidade sagrada da Irmandade descendo de Deus para fora do céu, preparada qual noiva adornada para o marido. Sou Alfa e Ômega, princípio e fim. Viver em harmonia com o Universo torna a vida a performance de uma cerimônia majestosa; viver contra ele é rastejar de um lado a outro em um beco sem saída.

    Para estas vozes, eu dedico este livro. A segunda é a corrente de tradições que fluem com poética majestade através dos Antigo e Novo Testamentos, desde a época do eterno Enoch e outros Patriarcas, passando pelos Profetas até a misteriosa Irmandade Essênia. Quantos milhares de anos antes o ensino existia é desconhecido.

    Vestígios desse ensinamento apareceram em quase todos os países e religiões. Na Palestina e na Síria os membros da irmandade eram conhecidos como Essênios e no Egito como Therapeutae, ou curandeiros.

    Alguns acreditam que vem de Esnoch, ou Enoch, e alegam ser ele o fundador, tendo suas comunhões com o mundo angélico sido dadas primeiro a ele. Outros consideram que o nome vem do Esrael, os eleitos do povo a quem Moisés levou as Comunhões no Monte Sinai, onde foram reveladas a ele pelo mundo angélico. Mas, qualquer que seja sua origem, é certo que os Essênios existiram, por um longo período, como uma irmandade, talvez com outros nomes em outras terras.

    O ensinamento aparece no Zend Avesta de Zoroastro, que traduziu-o em um modo de vida que foi seguido por milhares de anos. Ele contém os conceitos fundamentais do Bramanismo, os Vedas e os Upanishads; e os sistemas de Yoga da Índia surgiram da mesma fonte. Os pitagóricos e estóicos da Grécia antiga também seguiam os princípios Essênios e muito do seu modo de vida. O mesmo ensinamento era um elemento da cultura Adonica dos fenícios, da Escola de Filosofia de Alexandria, no Egito, e contribuiu grandemente para muitos ramos da cultura ocidental, a Maçonaria, a Gnose, a Cabala e a Cristandade.

    Os Essênios viviam nas margens de lagos e rios, longe de cidades e vilas, e praticavam uma forma comunal de vida, partilhando igualmente em tudo. Eles estabeleceram o seu próprio sistema econômico, baseado inteiramente na Lei, e mostraram que todos os alimentos do homem e as necessidades materiais podem ser alcançados sem esforço, através do conhecimento da Lei.

    Eles eram peritos na profecia para qual se preparavam pelo jejum prolongado. No uso de plantas e ervas para a cura de homens e animais eles eram igualmente proficientes. Seu modo de vida permitia-lhes viver até idades avançadas de anos ou mais e diz-se que eles tinham força e resistência maravilhosas. Em todas as suas atividades eles expressavam o amor criador. Registros do modo Essênio de vida chegaram até nós a partir dos escritos de seus contemporâneos. Eu quero fazer e farei o meu melhor para seguir o Caminho da Paz Sétupla.

    Eu quero fazer e farei o meu melhor para aperfeiçoar meu corpo que age, meu corpo que sente, e meu corpo que pensa, segundo os Ensinamentos dos Grandes Mestres da nossa Irmandade.

    Eu nunca reivindicarei como meu o conhecimento recebido de meu Mestre, e sempre lhe darei o crédito por todo esse conhecimento. Levanta-te e segue! Tu, imortal, cintilante, velocíssimo Anjo do Sol! Acima das Montanhas! Produz Luz para o Mundo! Abre a porta do horizonte! O Anjo do Sol habita muito acima da terra e, no entanto, seus raios enchem nossos dias com vida e calor. O Anjo do Sol ilumina nosso caminho com raios de esplendor. Anjo do Sol! Arremessa teus raios sobre mim!

    Deixa que eles me toquem; deixa que eles me penetrem! Entrego-me a ti e ao teu abraço, abençoado com o fogo da vida! Uma enxurrada de santa alegria flui para mim vinda de ti!

    Avante, Anjo do Sol! Acreditas que a morte é um fim? Queres fortalecer-te na Lei? Que brilha com luz e calor sobre todos os homens e distribui livre e abundantemente sua glória de ouro. Através do seu brilho e da sua glória o Sol segue seu caminho, através do seu brilho e da sua glória a Lua segue o seu caminho, através do seu brilho e da sua glória as estrelas seguem o seu caminho.

    Elas vertem sua Glória sobre a Terra, feita pelo Pai Celestial, para o crescimento dos Filhos da Luz, para o crescimento do imortal, cintilante e velocíssimo Sol. Ele regozija com todas as forças celestes e terrestres que oferecem um sacrifício ao imortal, cintilante e velocíssimo Sol.

    Que o meu amor flua para Ti, Pai Celestial, como o rio flui para o mar. E que o Teu amor flua para mim, Pai Celestial, como a chuva gentil beija a terra. Qual rio que atravessa a floresta, é a Lei Sagrada. Todas as criaturas dependem dela, e ela nada nega a nenhum ser. A Lei é para o mundo dos homens o que um grande rio é para córregos e riachos. Dessa maneira é a Lei Sagrada uma espada de dois gumes: Pela Lei tu podes destruir-te, e pela lei tu podes ver a Deus.

    Pai Celestial! Esse Teu Mar purifica o sêmen nos machos, o ventre nas fêmeas, o leite nos seios das fêmeas. O Mar Celestial flui, desimpedido, para os grandes campos de trigais, para os pequenos campos de pastagem, e para todo o Mundo Terrestre. Mil Fontes puras correm para os pastos a fim de alimentar os Filhos da Luz. Batam palmas as enxurradas, rejubilem-se juntas as colinas.

    EVANGELHO DA O BAIXAR ESSENIO PAZ

    Nós te agradecemos e bendizemos o teu nome. Pacientemente, ele espera que tu deixes os buracos abafados e abarrotados da cidade. Respira longa e profundamente, para que o Anjo do Ar possa ser levado para dentro de ti. O Anjo do Ar voa em asas invisíveis: Contudo, deves caminhar em seu caminho invisível se quiseres ver a face de Deus. Vinde, vinde, ó nuvens! Sobem os vapores dos vales das montanhas, fomentados pelo vento ao longo da trilha da Lei que aumenta o reino da Luz.

    O Pai Celestial fez a terra com o seu poder, ele estabeleceu o mundo pela sua sabedoria, e estendeu os céus pela sua vontade. Louvamos o bom, o forte, o beneficente Anjo da Terra, que se regozija no orvalho do céu, na opulência da terra, e na colheita farta do trigo e das uvas. Louvamos as plantas sagradas do Anjo da Terra, que brotam do solo, para alimentar animais e homens, para nutrir os Filhos da Luz.

    A terra é a forte Preservadora, a santa Preservadora, a Mantenedora! Louvamos a força e o vigor da poderosa Preservadora, a terra, criada pelo Pai Celestial! Louvamos os curadores da terra, eles que conhecem os segredos das ervas e das plantas; para os curadores o Anjo da Terra revelou seu conhecimento antigo. Aquele que semeia trigo, relva e frutos semeia a Lei Sagrada: ele faz progredir a Lei do Criador.

    A lei é a palavra viva do Deus Vivo, dos profetas vivos para os homens vivos. Todas falam contigo para que tu possas compreender a língua e a vontade do Deus Vivo. Primeiro, Ó Grande Criador! Tu nos deste entendimento de Tua própria mente, e fizeste nossa vida corpórea. Adoramos o Fogo, o bom e o amistoso, o Fogo da Vida! O mais benéfico e o mais prestativo, o Fogo da Vida! O maior apoiador, o mais generoso, é o Fogo que é a Casa do Senhor!

    Regozijem-se os céus, alegre-se a terra, ruja o mar, e a plenitude da Vida Eterna. Cantai para o Senhor com a harpa e a voz de um salmo. Com trombetas e o som de flautas produzi um som alegre diante dos anjos.

    EVANGELHO BAIXAR O ESSENIO DA PAZ

    Que as enxurradas batam palmas: que as colinas jubilem-se juntas na presença do Senhor. Fazei um som alegre para o senhor, vós, todas as terras. Descei, ó céus, do alto, e deixai que os céus derramem felicidade. Ela te deu à luz; Ela te deu a vida. Ela tem domínio sobre todos os corpos dos homens e de todas as coisas vivas.

    Seu alento é puro nas alturas dos céus, suspira no topo das montanhas, sussurra nas folhas da floresta, eleva-se sobre os trigais, descansa nos vales profundos, arde quente no deserto. Somos sempre abraçados por Ela, sempre cercados pela Sua beleza.

    Em Seu reino tudo é sempre novo e sempre velho. Continuamente Ela fala conosco, mas nunca trai os Seus segredos para nós. É aquela praticada pelos Filhos da Luz que consideram a Lei antes de todas as outras coisas. E bendiremos o Teu poder para todo o sempre. Teu, Ó Pai Celestial! O Poder da Lei empobrece e enriquece: seu Poder derruba e eleva.

    Ele ergue o pobre do pó, e levanta o mendigo da esterqueira, e os faz herdar o trono da glória. Nós Te exaltamos, Pai Celestial, pois Tu nos levantaste. Nós preservaremos, nós alimentaremos Tua Ordem Celestial através do cumprimento de Atos. Vós vos amareis uns aos outros, como o Pai Celestial vos tem amado.

    Que aquele que o ama seja como o sol quando se apresenta em sua força. Amai também o estrangeiro: pois vós fostes estrangeiros na terra do Egito. O que a Lei requer de ti é apenas que procedas com justiça, ames a misericórdia, e caminhes humildemente com os anjos. Por isso nós sabemos que o Anjo do Amor habita em nós, quando amamos o Pai Celestial e mantemos a sua Lei. Gracioso Amor! Criador do Amor! Revela as melhores palavras através da Tua mente divina que vive dentro de nós.

    Amai a Irmandade. Obedecei à Lei. Quem pode encontrar a altura do céu, a largura da terra, o abismo, e a sabedoria? Este é o que melhor expulsa a doença dos corpos dos fiéis, pois a Sabedoria é a cura mais eficiente de todos os remédios. Nós nos aproximamos de Ti, Ó Pai Celestial! Qual é a palavra bem falada?

    Qual é o pensamento bem pensado? Ó tu Ordem Celestial! E tu Mente Universal! Eu vos adorarei e adorarei o Pai Celestial, graças a quem a mente criativa dentro de nós leva o imperecível Reino a progredir!

    Sobre a terra nenhum homem foi criado como Enoque, pois ele foi tirado da terra. Que foi o primeiro Sacerdote, o primeiro Lavrador do Solo, que primeiro conheceu e primeiro ensinou a Palavra, e a obediência à Lei Sagrada. A todos os Filhos da Luz ele deu todas as coisas boas da vida: Ele foi o primeiro portador da Lei. Nós sacrificamos aos céus resplandecentes, nós sacrificamos à brilhante, feliz, bem-aventurada sabedoria dos Santos anjos da Eternidade.

    Concede-nos, Pai Celestial! Nós sacrificamos ao céu soberano, nós sacrificamos ao tempo sem limites, nós sacrificamos ao mar sem fim da Vida Eterna. Nós invocamos a Lei mais gloriosa.

    Nós invocamos o Reino do Céu, o tempo sem limites e os anjos. Nós invocamos a eterna e santa Lei. Nós seguimos os caminhos das Estrelas, da Lua, do Sol e da Luz sem fim, que se movem entorno de seu círculo giratório para sempre.

    O Pai Celestial me dominou no começo do Seu caminho, antes de Suas obras mais antigas.

    (PDF) O Evangelho Essênio da Paz online | Raiz Atroari - davidarseneaultproductions.info

    Fui criado desde a eternidade, desde o princípio, ou desde que a terra existiu. Por toda a eternidade reina o Pai Celestial, que se veste com majestade e força. Ele é o Eterno! As enxurradas se ergueram, Ó Senhor, as enxurradas ergueram sua voz, as enxurradas ergueram suas ondas.

    Com o braço direito e o esquerdo, eles lavram o solo, e o deserto irrompe em cores, em verde e ouro. Com sabedoria fizeste todas elas; a terra é repleta das Tuas riquezas. Tu enviaste as fontes para os vales, que correm entre colinas.

    Ó Pai Celestial, Tu que és um só! Revela aos Filhos da Luz: Qual é o lugar principal, no qual a terra sente a maior alegria? Ó Pai Celestial! Traz à Tua terra o reinado da Paz! E que a paz de ambos reine entre os filhos dos homens. E dai a cada um a vossa paz, assim como eu vos dei a minha paz. Pois a minha paz é de Deus. A paz esteja convosco! A beleza do céu, a glória das estrelas, emite luz nos lugares mais altos do Mar Celestial. Olha para o arco-íris e louva aquele que o fez; lindíssimo é ele em seu resplendor.

    Pela Sua Lei, Ele faz a neve cair célere, e envia velozmente os raios do Seu julgamento. Pelo Seu grande poder, ele firma as nuvens, e quebra em pedacinhos o granizo. Assim os céus declaram a glória de Deus, e o firmamento mostra sua obra.

    Faça o download também: TEMAS PARA CELULARES NOKIA C2-06 BAIXAR

    E quem faz as plantas? Quem fez o sono e o prazer das horas de vigília? Antes que as montanhas fossem criadas, ou antes de formares a terra e o mundo, desde toda a eternidade, Tu és a Lei. Ó Tu, Pai Celestial! Colocaste Tua glória acima dos céus. Quando nós consideramos os Teus céus, a obra dos Teus dedos, a lua e as estrelas, que Tu ordenaste, o que é o homem para que Tu te lembres dele?

    EVANGELHO ESSENIO BAIXAR O DA PAZ

    Ouve a voz daquele que clama por Ti: Aonde eu me esconderei do Teu espírito? Ou onde eu fugirei da Tua presença? Minha alma tem sede do Pai Celestial vivo. A Lei é a rocha e a força da minha vida; de quem eu terei medo? Uma coisa eu tenho desejado da Lei, que eu buscarei: Que eu possa habitar na casa da Lei todos os dias da minha vida, para contemplar a beleza do Pai Celestial. O Pai Celestial e eu somos Um. Com cânticos de alegria os Filhos da Luz invocam a Lei Sagrada: A moléstia foge diante dela, a morte foge, a ignorância foge.

    Que os filhos dos homens, que pensam, falam e fazem todos os bons pensamentos, palavras e ações, habitem o céu como seu lar. E que aqueles que pensam, falam e fazem maus pensamentos, palavras e ações habitem no caos.

    A verdade da Lei é limpa, e dura para sempre. Que os Filhos da Luz triunfem em toda parte entre os Céus e a Terra! Sim, o pardal encontrou um lar, e a andorinha um ninho para si, onde pode deixar os seus filhotes. Nossos esforços por eles e nossas Comunhões com eles fazem-nos bons aos olhos do Pai Celestial. E de todas as Criações do Pai Celestial. Da Luz! Do Céu! Da Terra!

    Das Plantas! Dos Filhos da Luz! Nós adoramos os Anjos que primeiro escutaram o pensamento e o ensinamento do Pai Celestial, de quem os Anjos formaram a semente das nações. Nós adoramos os resplandecentes, os gloriosos, os generosos Santos Anjos, que governam justamente e que ajustam todas as coisas corretamente.

    Nós adoramos os Anjos do Dia, e os Anjos do Mês, os dos Anos e os das Estações, todos os bons, heróicos, sempre benditos imortais Anjos que mantêm e preservam a Ordem Celestial.

    Nós desejamos nos aproximar dos Anjos poderosos, de todos os Anjos da Ordem Celestial, por causa da Lei Sagrada, que é o melhor de todos os bens. Nós apresentamos estes pensamentos bem pensados, estas palavras bem faladas, estas ações bem executadas, aos Anjos generosos e imortais, que exercem corretamente o seu governo. E a vida para todo o sempre. Ele apagou-lhes os pecados, qual densa nuvem; Ele acendeu a vela da Verdade dentro de seus corações.

    A Lei Sagrada do Criador purifica os seguidores da Luz de todos os maus pensamentos, palavras e ações, como um vento poderoso veloz que limpa a planície.

    Concede-nos, Pai Celestial, que possamos trazer abundância ao mundo que criaste, para podermos eliminar a fome e a sede do mundo que criaste, para podermos eliminar a velhice e a morte do mundo que criaste. Ó bom, beneficentíssimo Pai Celestial! Concede-nos que possamos pensar segundo a Lei, para que possamos falar segundo a Lei, para que possamos agir segundo a Lei.

    O quarto passo dado pela alma do Filho da Luz colocou-o na Luz Infinita. Agora ao deserto ardente chegaram os Filhos da Luz, para trabalhar no Jardim da Irmandade. O vento entre as folhas dos ciprestes faz um som como o de um coro de anjos.

    Nós invocamos as Estrelas luzentes e gloriosas, que belas se destacam, espalhando conforto e alegria ao comungarem dentro de si. Nós invocamos o Senhor das Estrelas, o Anjo da Luz, o sempre desperto! Nós invocamos o Senhor das Estrelas, o Anjo da Luz, que fala a verdade, com um milhar de ouvidos e dez milhares de olhos, com pleno conhecimento, forte e sempre desperto. Grande é o nosso Pai Celestial, e de sumo poder: Seu entendimento é infinito.

    Pensas tu que existe apenas uma forma de ver o firmamento? Nós sacrificamos ao Anjo da Paz. A face da Lua muda seu aspecto e, no entanto, é sempre a mesma.

    Tu, lua prateada e luminosa! A lua move-se iluminada, cruzando o céu, e o deleite na Lei Sagrada enche nossos corações. Paz, Paz, Paz, Santo Anjo da Paz, ilumina a lua de prata com a tua santidade, para que todos possam contemplar sua beleza e sentir tua Paz eterna. A paz esteja contigo! Ó vós, todas as obras da Ordem Celestial, bendizei a Lei: Louvai e exaltai a Lei acima de tudo, para sempre. Ó vós, céus, bendizei a Lei: Louvai e exaltai a Lei acima de tudo, para sempre. Ó vós, todos os poderes dos Santos Anjos, bendizei a Lei.

    Ó vós, sol e lua, bendizei a Lei. Ó vós, estrelas do céu, bendizei a Lei. Ó vós, chuviscos e orvalhos, bendizei a Lei. Ó vós, todos os ventos, bendizei a Lei.

    Ó vós, fogo e calor, bendizei a Lei. Ó vós, luz e treva, bendizei a Lei. Ó vós, orvalhos e tempestades de neve, bendizei a Lei. Ó vós, noites e dias, bendizei a Lei. Ó vós, relâmpagos e nuvens, bendizei a Lei. Ó vós, montanhas e pequenas colinas, bendizei a Lei.

    Ó vós, o que cresceis na terra, bendizei a Lei. Ó vós, fontes, bendizei a Lei. Ó vós, mares e rios, bendizei a Lei. Ó vós, todas as aves do ar, bendizei a Lei. Ó vós, animais e gado, bendizei a Lei. Ó vós, filhos dos homens, bendizei a Lei.

    BAIXAR ESSENIO PAZ O DA EVANGELHO

    Ó vós, santos e humildes trabalhadores do Jardim da Irmandade, bendizei a Lei. Que toda a terra bendiga a Lei! Dai graças ao Pai Celestial, e bendizei a Sua Lei.

    Nós adoramos a Lei de dia e de noite. Salve o Pai Celestial! Salve os Santos Anjos! Salve os Filhos da Luz! Salve nosso santo Pai Enoque! Nós sacrificamos às estrelas luzentes e gloriosas, sacrificamos ao céu soberano, sacrificamos ao tempo sem limites, sacrificamos à boa Lei dos adoradores do Criador, dos Filhos da Luz que trabalham no Jardim da Irmandade; sacrificamos ao caminho da Lei Sagrada. Nós sacrificamos a todos os Santos Anjos do mundo invisível; Nós sacrificamos a todos os Santos Anjos do mundo material.

    É a Lei que santifica o nosso lugar de morada, que é a terra extensa e verde. A Lei eleva os humildes, e arremessa ao solo os iníquos. Cantai para a Lei em agradecimento, harpeai louvores à Lei, que cobre o céu de nuvens, que prepara a chuva para a terra, que faz crescer a relva nas montanhas. Nós iremos a vós, ó generosos imortais! Nós cantaremos para a Lei enquanto vivermos, entoaremos louvores ao nosso Pai Celestial enquanto existirmos, enquanto durar o Jardim da Irmandade.

    Bendize a Lei, ó minha alma. Louva a Lei Sagrada. Um ouvido que tudo ouve tem a Lei inclinada para nós, portanto nós invocaremos a Lei enquanto vivermos. Ó Pai Celestial, Tu és imenso! Bendize o Pai Celestial, ó minha alma! Senhor, ouve a minha voz! Por causa da voz dos meus gemidos, meus ossos se colam à minha pele.

    Eu sou como um pelicano do ermo; sou como a coruja do deserto. Eu vigio, e sou como um pardal, sozinho no telhado da casa. O primeiro passo dado pela alma do homem perverso deixou-o no inferno dos maus pensamentos. Eu sei que Tu podes fazer todas as coisas, e que nenhum propósito Teu pode ser impedido. Meus olhos agora te vêem, e por isso eu abomino a mim mesmo, e me arrependo no pó e nas cinzas.

    Tem misericórdia de mim, Ó Deus, e limpa-me do meu pecado. Acabou-se a alegria dos nossos corações, nossa dança transformou- se em lamento. A coroa caiu de nossas cabeças: Ai de nós, que pecamos! Por que Tu nos esqueces para sempre, e nos desamparas por tanto tempo?

    Volta-nos para ti, Ó Senhor, renova nossos dias como outrora. Lava-me, Ó Senhor, e eu serei mais alvo do que a neve.

    Faze-me ouvir a alegria e o contentamento; afasta o Teu rosto dos meus pecados e apaga todas as minhas iniquidades. Nós penduramos nossas harpas nos salgueiros. Ó Senhor, a ti clamarei!

    Das profundezas nós clamaremos a ti, Ó Senhor! Senhor, escuta as nossas vozes! Ai da coroa de orgulho! Ai daqueles que decretam leis injustas, e que escrevem as desgraças que prescreveram. Oh, Tu rasgaria os céus, Tu descerias, para que as montanhas derretessem em Tua presença.

    Nós tateamos pelas paredes como os cegos, tropeçamos ao meio-dia como se fosse de noite, estamos em lugares desolados como homens mortos. Nossa santa e bela casa, onde nossos pais te louvavam, foi queimada pelo fogo. Até o antigo saber de nosso Pai Enoque é pisoteado no pó e nas cinzas. Eu avistei, e eis que o lugar produtivo era um deserto, e todas as suas cidades foram derrubadas na presença do Senhor, e pelo seu furor ardente. Endireitai no deserto uma estrada para o nosso Deus!

    Ouvi-me, ó Filhos da Luz! Levantai-vos, brilhai, ó Filhos da Luz! Pois minha Luz desceu sobre vós, e vós fareis a Glória da Lei erguer-se sobre a nova terra! Székely em Isso foi tudo, e agora eu estou realizando seu desejo. Este Livro Quatro, Os Ensinamentos dos Eleitos, representa ainda um outro fragmento do manuscrito completo que existe em aramaico no Arquivo Secreto do Vaticano e em antigo eslavo na Biblioteca Real dos Habsburgos hoje propriedade do governo austríaco.

    Talvez, da mesma forma, o mundo conturbado de quarenta e quatro anos mais tarde, precisa deste quarto volume de O Evangelho Essênio da Paz. E, por sete anos, os anjos desconhecidos do Pai Celestial haviam os ensinado durante suas horas de sono. E esse era o dia em que entrariam para a Irmandade dos Eleitos e aprenderiam os ensi- namentos ocultos dos Anciões, incluindo os de Enoque e os anteriores a ele.

    Assim como a vossa semente cria nova vida, assim percorre a terra a semente do Anjo da Terra: na relva, no solo, em todas as coisas vivas que brotam do solo. Trabalhai, Filhos da Luz, no jardim da Irmandade a fim de criar o reino dos céus na terra.

    O EVANGELHO ESSÊNIO DA PAZ

    Procurai o Anjo da Paz em tudo o que vive, em tudo o que fazeis, em cada palavra que pronunciais. Pois a paz é a chave para todo conhecimento, para todo mistério, para toda vida. E, acima de tudo, os filhos das trevas cobiçam roubar dos Filhos da Luz a sua paz.

    O amor é eterno. Usai, portanto, a sabedoria em tudo o que pensais, dizeis e fazeis.

    E os Filhos da Luz, como um homem, ajoelharam-se em reverência e agradecimento pelas palavras de Jesus, visto que ele os ensinava à maneira antiga de seus pais, assim como Enoque outrora foi ensinado. A tenra relva dentro do pote estava radiante de vida, como a relva e as plantas que revestiam as colinas nos campos mais distantes e além.

    Em que difere ela da relva que recobre as colinas e as montanhas? E cada um sentiu a Corrente da Vida entrar em seu corpo com a força de uma correnteza após uma tempestade de primavera. E sentaram-se diante de Jesus e foram ensinados por ele. Em verdade vos digo, tudo o que é verde e com vida tem o poder do Anjo do Sol dentro de si, incluindo essas tenras folhas de trigo novo. Colocai o vosso rosto perto da relva, respirai profundamente e deixai o Anjo do Ar entrar fundo no interior do vosso corpo.

    Pois ele habita na relva, como o carvalho habita na glande, e como o peixe habita no mar. Pois a Vida sempre recomeça. Pois o Anjo do Poder é como uma luz brilhante que envolve todas as coisas vivas, assim como a lua cheia é rodeada de anéis de resplendor, e como a névoa sobe dos campos quando o sol se ergue no céu.

    E quando o Filho da Luz toca com amor as folhas da relva, as folhas da relva lhe retribuem seu amor e conduzem-no à Corrente da Vida, onde ele encontra a vida eterna.

    O Evangelho Essênio da Paz.pdf

    Pois em verdade vos digo, vosso corpo é santo porque se banha na Corrente da Vida, que é a Ordem Eterna. Pois, se olhardes com os olhos do espírito, vereis verdadeiramente que a relva é eterna. Agora ela é jovem e tenra, com o brilho de uma bebê recém-nascido. E, assim, os Filhos da Luz nunca vêem a morte, mas encontram-se alterados e ressurgidos à vida eterna. Tocai as folhas da relva, e desse modo tocai a Corrente da Vida.

    Nisso encontrareis a Paz, a Paz construída com o poder de todos os anjos. E amar é um ensinar sem fim, sem cessar. Pois assim foram vossos pais ensinados outrora, até mesmo nosso pai Enoque. Ide agora e que a paz esteja convosco. E os outros o seguiram, cada um guardando em si as palavras de Jesus, como se fossem uma jóia preciosa dentro de seu peito.

    Em verdade, nenhuma paz pode reinar em um corpo ao menos que ele seja um templo da Lei Sagrada. Portanto, quando aquele que padece com sofrimentos e tormentos atrozes pedir a vossa ajuda, dizei-lhe que se renove com jejum e orações.

    Mostrai-lhe o batismo interno e o batismo externo. Embora invisível aos olhos do corpo, cada pensamento tem uma poderosa força, uma força capaz de sacudir os céus. Somente aos Filhos dos Homens foi concedido o poder do pensamento, incluindo o pensamento que pode romper os laços da morte. O mesmo acontece com os pensamentos dos Filhos dos Homens.

    Quanto mais eles caminham com os anjos e mantém sua Lei, tanto mais fortes se tornam seus pensamentos na santa Sabedoria. E compartilhamos todas as coisas, mesmo as vestimentas e as ferramentas que usamos para cultivar o solo. Em verdade, estudando os ensinamentos da sabedoria imortal, chegamos a conhecer Deus, pois em verdade vos digo, os Grandes viam Deus face a face; assim mesmo, quando lemos os Manuscritos Sagrados, tocamos os pés de Deus.

    Ide para junto dos Filhos dos Homens e falai-lhes da Lei Sagrada, para que eles possam, por esse meio, salvar-se e entrar nos reinos celestiais. Ele precisa ter a paz que é sétupla antes que possa conhecer a paz que sobreleva o entendimento, incluindo o de seu Pai Celestial. As sombras do entardecer brincavam sobre o rio sereno e prateado como vidro, e no céu que escurecia podia lentamente ser vista a filigrana da lua crescente da paz.

    E a grande paz do Pai Celestial envolveu a todos em amor imortal. E quando o sol estiver alto nos céus, vós buscareis a Corrente Sagrada do Som. É quando deveis permitir entrar em vossos ouvidos a Corrente Sagrada do Som; pois ela só pode ser ouvida no silêncio.

    Em verdade vos digo, quando nós nascemos, entramos no mundo com o som de Deus nos nossos ouvidos, até mesmo com os cantos dos vastos coros do céu, e o cântico sagrado das estrelas em suas órbitas fixas; e é a Corrente Sagrada do Som que atravessa o firmamento das estrelas e cruza o reino infinito do Pai Celestial. Foi este Som que formou a terra e o mundo, gerou as montanhas e pôs as estrelas em seus tronos de glória nos mais altos céus.

    E nos momentos antes de dormirdes, pensai nas estrelas brilhantes e gloriosas, nas estrelas brancas, brilhantes, distantes e penetrantes. Segundo alguns estudiosos, foi nesse meio onde passou Jesus, no período que corresponde entre seus 13 e 30 anos.

    Procuravam servir a Deus, auxiliando o próximo, sem imolações no altar e sem cultuar imagens. Eram livres, trabalhavam em comunidade, vivendo do que produziam.

    Tornaram-se famosos pelo conhecimento e uso das ervas, entregando-se abertamente ao exercício da medicina ocultista. Rompendo com o conceito da propriedade individual, acreditavam ser possível implantar no reino da Terra a verdadeira igualdade e fraternidade entre os homens. O silêncio era prezado por eles.

    Através dela, com diferentes entonações, eram capazes de curar um doente. A capacidade de predizer o futuro e a leitura do destino através da linguagem dos astros tornaram os essênios figuras magnéticas, conhecidas por suas vestes brancas.

    Eram excelentes médicos também. Em cada parte do mundo onde se estabeleceram, eles receberam nomes diferentes, às vezes por necessidades de se proteger contra as perseguições ou para manter afastados os difamadores. Mestres em saber adaptar seus pensamentos às religiões dos países onde se situavam, agiram misturando muitos aspectos de sua doutrina a outras crenças. O saber mais profundo dos essênios era velado à maioria das pessoas.

    É sabido também que liam textos e estudavam outras doutrinas. Fizeram obras maravilhosas, que refletem até os nossos dias. Curioso e encantado, vagou pelos mais de 40 quilômetros de estantes com pergaminhos e papiros milenares. Viu evangelhos nunca publicados e manuscritos originais de muitos santos e apóstolos, condenados a permanecer escondidos para sempre. Era o Evangelho Essênio da Paz. Traduziu o texto e o publicou em quatro volumes.

    Sentindo-se traída pelo pesquisador, a Igreja o excomungou. Considere o que aconteceu com o reverendo inglês Gideon Ouseley. Em , ele achou um manuscrito chamado O Evangelho dos Doze Santos em um monastério budista na índia.

    O texto em aramaico — a língua que Jesus falava — teria sido levado para o Oriente por essênios refugiados. Ouseley ficou eufórico e saiu espalhando que tinha descoberto o verdadeiro Novo Testamento. Se hoje essa tese soa estranha, dizer isso na Inglaterra vitoriana do século XIX era blasfêmia da pior espécie. Resultado: os conservadores atearam fogo na casa de Ouseley e o original foi destruído.

    O mistério que envolve esses dois textos e o tom místico que os descobridores deram aos seus achados acabaram manchando seu crédito diante dos historiadores. Perto das cavernas, em Qumran, estavam as ruínas de um monastério essênio e um cemitério com cerca de esqueletos, quase todos masculinos.

    O surgimento da doutrina essênia aconteceu em tempos conturbados. Por volta do século II a. Para recuperar o judaísmo, os israelitas acreditavam na vinda do Messias que chegaria ao final dos tempos para exterminar os infiéis e salvar os seguidores das Escrituras.

    A chegada do Salvador poderia se dar a qualquer instante. Entre eles estavam os essênios. Um dia boa parte deles, liderados por um sacerdote, partiu para o Deserto da Judéia atual Israel para orar, meditar e estudar as leis sagradas. Longe, bem longe, de tudo o que eles consideravam impuro.

    Surgia assim o monastério de Qumran. Aos 16 anos Josefo recebeu lições de um mestre essênio, com quem viveu durante três anos. Os essênios acordavam antes do nascer do sol. Trabalhavam durante 5 horas em atividades como o cultivo de vegetais ou o estudo das Escrituras. Tomavam outro banho e jantavam com a mesma cerimônia. Josefo conta que um dos rituais comuns deles consistia em cavar um buraco de cerca de 30 centímetros de profundidade em um lugar isolado dentro do qual se enterravam para relaxar e meditar.

    O primeiro dia do ano e de cada mês caía sempre um uma quarta-feira, porque de acordo com o Gênesis, o Sol e a Lua foram criados no quarto dia. Outros judeus poderiam atacar o monastério no shabbath — o dia sagrado reservado ao descanso, no qual era proibido qualquer esforço, inclusive o de se defender.

    A dieta era vegetariana. Os essênios tinham um enorme respeito pela natureza. Nenhum homem poderia sujar-se comendo qualquer criatura morta. No ano de 68 o monastério de Qumran foi aniquilado numa devastadora investida do exército romano que arrasou a Judéia e destruiu Jerusalém. Mas nem todos os essênios morreram aí. Mas romanos fizeram um cerco que durou dois anos e metodicamente construíram uma rampa de terra e areia para alcançar o topo da fortaleza. Quando os soldados finalmente invadiram Massada tiveram uma surpresa: todos os rebeldes estavam mortos.

    Em um sorteio, os zelotes haviam escolhido um grupo de soldados para assassinar todos os habitantes da fortaleza e, em seguida, cometer suicídio. Eles preferiram morrer entre os judeus a se tornar escravos dos romanos. Um pouco antes do ataque romano destruir o monastério de Qumran, os essênios esconderam seus manuscritos em potes de cerâmica e os enterraram em cavernas. Ele acredita que Jesus, apesar de ter passado por Qumran, viveu muito mais tempo em Monte Carmel. Algumas dessas comunidades essênias existem, de certa forma, até hoje.

    Szekely pesquisou o pensamento dos essênios durante toda a vida. O contato com a natureza é essencial. Os essênios permanecem como um assunto vivo. Related Papers. By Vaidyaratna Mattos. By Bruno Figueiredo. By Jose Gonzaga Vargas Correa.